História

O Instituto Dona Placidina é uma Fundação de Assistência Social e Educacional idealizada pelo Padre João Lourenço de Siqueira. Este religioso era pároco da Igreja de Sant’Anna, além de manter um externato onde eram ministradas aulas para crianças e jovens da sociedade mogiana.

Seu ideal era construir um internato para meninas órfãs. João, que era filho de Alferes Adão Nunes de Siqueira e de Dona Placidina Maria de Jesus, residia na Rua Flaviano de Melo, 28, em Mogi das Cruzes. Antes de falecer, no ano de 1924, fez um testamento de seus bens à Mitra Arquidiocesana de São Paulo, representada pelo bispo Dom Duarte Leopoldo e Silva, para fundar um asilo para meninas órfãs e pobres a qual já funcionava na Rua Padre João como Externato Sant’Anna.

Em 1930, em uma conversa com Benedicto Servulo de Sant’Anna, lembrou de seu projeto de construir uma casa maior para abrigar as meninas e, portanto, pediu ajuda ao amigo.

Em 3 de fevereiro de 1931, sem poder realizar seu sonho, o Cônego João Lourenço faleceu e, a pedido do arcebispo de São Paulo, o senhor Benedicto Sérvulo assumiu a presidência da instituição, juntamente com seu amigo  Francisco de Souza Melo que assumiu o cargo de Mordomo (tesoureiro) juntamente com uma diretoria constituída conforme o Estatuto deixado pelo Cônego; o vigário geral da Catedral de Sant’Anna – Pe. Cícero de Revoredo; o Prior da Ordem Terceira do Carmo – senhor João Fernandes de Moraes; o Provedor da Irmandade do SS. Sacramento da Catedral – senhor José Pereira Belleza.

Assumindo a presidência, o senhor Benedicto, inicia os trabalhos de aquisição de um velho prédio colonial pertencente à senhora Dona Sebastiana de Melo Freire, situado na Rua Senador Dantas, com a colaboração de muitos benfeitores, e o dinheiro deixado pelo Cônego foi comprado o prédio e demolido para que pudesse construí-lo novamente.

Com a colaboração do seu amigo arquiteto e engenheiro, o senhor Hipólito Gustavo Payol Júnior que doou a planta e acompanhou o projeto gratuitamente, foi construído o prédio que vemos hoje na Rua Senador Dantas, 284, sendo colocada a pedra fundamental em 28 de outubro de 1931 e inaugurado no dia 05 de fevereiro de 1939, com o nome de “Firmina Santana”, em homenagem à mãe do senhor Benedito.

Abrigava 80 meninas em regime de externato e 80  em regime de internato. Conforme o desejo do Cônego o Instituto passou a ser dirigido pedagogicamente pelas Irmãs de São Vicente de Paula (Irmãs Vicentinas), que ali trabalharam até 1966.

O Instituto levou o nome “Dona Placidina” em homenagem à mãe do Cônego João Lourenço, que se chamava Placidina Maria de Jesus. Desde 1967 até o momento, a Direção Pedagógica está a cargo das Irmãs Ursulinas da Sagrada Família. A atual Diretora Pedagógica é Ir. Elena Ramos Bomfim.

Unidades de Serviços

O Instituto Dona Placidina possui  Educação Infantil, Ensino Fundamental I, Ensino Fundamental II e Ensino Médio.

Estrutura

Nossas unidades  oferecem  estruturas ideais para a realização das mais diversas atividades educacionais.

Instituto Dona Placidina - Rua Senador Dantas, 284 - Centro - Mogi das Cruzes - Tel.(11)4799-5666